Sócia Atleta: Conheça Lorrana Dias, atleta do Futsi Atleti Navalcarnero

 Sócia Atleta: Conheça Lorrana Dias, atleta do Futsi Atleti Navalcarnero

Foto: Arquivo Pessoal Lorrana Dias

Nosso quadro Sócia Atleta segue com a série especial com atletas de futsal e hoje vamos contar um pouco da história de Lorrana! Natural de Alegre, interior do Espírito Santo, a fera das quadras que vem se destacando cada vez mais no clube espanhol, relembra sua trajetória no Futsal Feminino. Confira o bate papo:

Turbilhão Feminino – Como começou sua história com o futsal?
Lorrana Dias –
Minha história no futsal começou desde muito nova, tinha uma quadra poliesportiva ao lado de casa onde sempre jogava com meus amigos e passava a maior parte do meu tempo. Aos 8 anos de idade participei da minha primeira competição, os Jogos Escolares Municipais. Desde aí nunca mais parei de praticar a modalidade.

TF – Quais as maiores dificuldades que enfrentou durante a sua carreira e qual o momento mais emocionante que você viveu?
LD –
As maiores dificuldades pessoais sempre são as mudanças, sair da sua casa, trocar seu ciclo de amizades e pessoas próximas, trocar de escola/universidade, mudar de cidade, de clube. De modo geral a maior dificuldade é o apoio a modalidade; sendo que a vejo como um produto de excelente qualidade; falta de apoio, falta de incentivo.

TF – Para você qual a importância do futsal para a sociedade e quais as maiores dificuldades a modalidade enfrenta para ser mais difundida?
LD –
O esporte de maneira geral é importantíssimo para o desenvolvimento da criança e adolescente, para a saúde de adultos e idosos. A falta dessa informação geral me faz crer que respinga no futsal, que de maneira específica faz com que o praticante aprenda sobre respeito, disciplina, companheirismo e socialização, fora todos os benefícios físicos que o mesmo traz. O preconceito e ignorância com certeza são os fatores predominantes para a modalidade não ser mais difundida.

TF – Quando criança você tinha ídolos. Hoje você se enxerga nessa posição de ídolo de outras (os) jovens. O que você pensa disso e qual a parte mais importância desse legado?
LD –
Quando criança tinha ídolos e referencias da minha modalidade, mas, fui perceber que os tinha somente quando sai de casa e realmente conheci mulheres que jogavam futsal e que viviam do esporte. Hoje me enxergo nessa posição de exemplo, ainda mais com as redes sociais que faz com que tudo seja mais exposto. Essa responsabilidade é acompanhada pela evolução do futsal e me alegra fazer parte disso e de ter essa posição como atleta e professora/treinadora de incentivar e auxiliar alunos e atletas.

Foto: Arquivo Pessoal Lorrana Dias

TF – Para você o que falta para que o futsal tenha um maior reconhecimento na mídia e dos patrocinadores?
LD – Faltam pessoas mais engajadas, inteligentes, preparadas, mais mulheres na modalidade, projetos bem executados, ajuda aos clubes, condições de trabalho para as atletas, competições organizadas e sem que a um mês da mesma seja cancelada atrapalhando todo um planejamento do clube e patrocínios, falta os órgãos responsáveis estarem mais próximos das competições femininas.
A lista é imensa, mas acredito que as principais ao meu ver são essas.

TF – Qual balanço você faz da sua primeira temporada na Espanha e quais as maiores dificuldades você enfrentou na adaptação?
LD –
Para os primeiros 5 meses na Espanha posso dizer que tenho muita gratidão por todo aprendizado e experiências. Acredito que tenha sido um período de adaptação ao novo clube. A maior dificuldade com certeza é a mudança brusca e radical de tudo que conhecia.

TF – Quais as suas referências dentro e fora do esporte?
LD –
Minhas referências foram meus professores (as) e treinadores (as) que faziam de tudo para sustentar a modalidade, as atletas que independente das condições se mostravam profissionais exemplares, minha família.

TF – Qual mensagem você deixa para as atletas jovens que querem seguir a carreira na modalidade e um dia chegar onde você está hoje?
LD –
Mais que acreditar nos seus sonhos, acredite em si mesma, se cerque de pessoas que podem te ajudar nisso, pessoas que te levem para frente sempre.
Trabalhe e acredite nele, erre e acerte e seja grata por ambas as consequências. Nem sempre serão bons dias, mas com toda certeza os melhores dias serão maioria! Acredite em você e aí sim correr em busca dos seus sonhos.

Desejamos a fera Lorrana sucesso na sua caminhada! Que todos os seus sonhos e objetivos se realizem. Aproveitamos para agradecer a disponibilidade, carinho e respeito com o nosso projeto.

Edição: Fernanda Barros / Fidel Costa – @turbilhãofeminino
Assessoria: WP Assessoria – @wp_assessoria

Fernanda Barros