Grêmio e Avaí vencem e se firmam no G8! No Rio, Botafogo e São José ficam no empate

 Grêmio e Avaí vencem e se firmam no G8! No Rio, Botafogo e São José ficam no empate

Foto: Álvaro Bueno /Gazeta Press

Abrindo a 12ª rodada do Brasileirão Feminino, o Grêmio recebeu o Napoli-SC que vinha da primeira vitória na competição e não perdoou: com o triunfo pelo placar de 5×1, as gaúchas chegaram a segunda vitória consecutiva e estão cada vez mais próximas da classificação, agora ocupando provisoriamente a 5ª colocação com 21 pontos. Já o Napoli-SC, permanece na penúltima posição com apenas 6 pontos ganhos.

1º tempo

Jogando em casa e precisando vencer para garantir a classificação para a próxima fase, as Gurias Gremistas começaram comandando as ações. A equipe mandante, trocava passes e buscava construir jogadas. Porém, na primeira investida da equipe caçadorense, as visitantes quase abriram o placar. A primeira chance mais clara do Grêmio foi aos 10 minutos com Jane Tavares.

Aos 15 minutos, Rafa Levis cobrou falta para dentro da área e Laís completou sozinha de cabeça abrindo o placar para as donas da casa: Grêmio 1×0. Com o placar favorável o as Gurias passaram a exercer domínio ainda mais amplo.

O Napoli-SC voltou a entrar no jogo e ameaçava a equipe tricolor. Mito bem na partida, Maluu comandava as jogadas de ataque e chegava com perigo. O Grêmio também buscava jogo e o duelo era movimentado. Aos 26’, Maluu balançou as redes, mas a arbitragem marcou impedimento.

As catarinenses ameaçavam cada vez mais e estavam próximas do empate, até que, aos 30’, após confusão na área em bola alçada pelas Gurias Gremistas, a defesa napolitana se enrolou, a goleira Gabi saiu errado e Thays Chagas cabeceou contra o próprio patrimônio: Grêmio2x0 Napoli-SC.

Com o placar mais elástico que talvez não justificasse a partida até ali, o Napoli-SC, sem esmorecer, continuou lutando. Contudo, o Grêmio passou a controlar com inteligência. Aos 41’, após belo lance de Gisseli, Laís perdeu chance incrível de marcar o terceiro. Mas, aos 48’, Mariza encheu o pé para fazer mais um, matando a partida na etapa inicial.

Foto: Álvaro Bueno /Gazeta Press

2º tempo

Na volta para a etapa complementar, com 3×0 no placar em três jogadas de bola parada, o Napoli-SC que apresentou claros problemas defensivos entrou aparentemente mais ligado. Porém, com a vitória definida, as Gurias Gremistas permaneceram controlando as ações.

Apesar da insistência, o Napoli-SC não tinha poder de fogo. Já o Grêmio, mais inteiro, permanecia ameaçando a equipe caçadorense. Aos 17’, de novo em lance de bola parada, o Grêmio faria o quarto gol muito bem anulado pela arbitragem. Quatro minutos depois não teve jeito: Laís Estevam recebeu belo lançamento e esbanjando frieza ampliou para 4×0.

Com a goleada desenhada, as Gurias Gremistas diminuíram o ritmo. O Napoli-SC aproveitou-se descontando com Soraya anotando um belo gol. Mas, apenas 2 minutos depois, Nathane que acabara de entrar marcou mais um: Grêmio 5×1 Napoli-SC.

Nos minutos finais, apesar de algumas tentativas do Napoli-SC, permaneceu a superioridade do tricolor gaúcho que conduziu a partida até o fim sem sofrer sustos. Vitória maiúscula do imortal diante de um adversário cada vez mais longe da Série A1.

Próximos jogos

Na próxima rodada o Grêmio vai até Jáu-SP, enfrentar a Ferroviária, fora de casa, domingo (06), às 15hs. Já o Napoli-SC recebe o Real Brasília no Estádio Carlos Alberto Costa Neves, em Caçador-SC, na segunda (07), às 15hs da tarde.

Ficha técnica

Grêmio (5): Raíssa; Isa, Andréia, Pati Maldaner e Gisseli; Tchula (Vitória Kaíssa), Mariza e Maiara (Maglia); Jane Tavares (Nathane), Rafa Levis e Laís Estevam (Gabizinha). Técnica: Patrícia Gusão.

Napoli-SC (1): Maria Gabriela, Miriam, Hilda, Sara, Thaini, Soraya, Maluu (Larissa Vasconcelos), Luana (Larissa Sanchez), Júlia (Nayane), Thays Chagas e Pâmela (Treyci). Técnica: Carine Bosetti.

Gols:  Grêmio – Laís Estevam (15’1T/ 21’2T), Thays Chagas – Contra (30’1T), Mariza (48’1T), Nahtane (31’2T) / Napoli-SC – Soraya (29’1T).

Cartões amarelos: Grêmio – Isa / Napoli-SC – Thaini

Arbitragem: Andressa Hartman (RS), auxiliado por Fabulo Oliveira Diniz (RS) e Ariela Duarte (RS).

Estádio: CT Hélio Dourado – Eldorado do Sul (RS).

Bahia 0x2 Avaí/Kindermann

No mesmo horário, o Bahia recebeu a equipe do Avaí/Kindermann e perdeu pelo placar de 2×0. Após um início de jogo pegado, o tricolor baiano criou algumas chances e quase abriu o placar com Verena, aos 26’.

Do lado do Avaí, a melhor chance da etapa inicial ocorreu após cobrança de escanteio, mas a conclusão foi para fora. Porém, após erro defensivo da equipe mandante, o Avaí/Kindermann abriu o placar com Laryh. Com o placar favorável a equipe de Santa Catarina teve maior domínio da partida até o apito final do 1º tempo.

Foto: Twitter/ Meninas de Aço

No segundo tempo, melhor no jogo, o time visitante aumentou a diferença com Zóio, logo no início, aos 6 minutos. A equipe cresceu ainda mais no jogo e com mais posse de bola obteve mais chances de ampliar.

Mais truncado e faltoso na reta final, o placar de 2×0 favorável ao time do Kindermann permaneceu inalterado até o fim do jogo marcado pelo campo muito pesado. Triunfo da equipe do Sul que foi melhor, mais intenso e eficiente durante os 90 minutos.

Próximos jogos

Na sequência o Bahia visita o Minas Brasília, no próximo domingo (06), às 15hs da tarde. Já o Avaí/Kindermann recebe o Santos em Caçador-SC, no mesmo dia e horário.

Ficha técnica

Bahia (0): Anna Bia; Nine, Aila, Nainara e Rute (Jamille); Vi, Eddie (Priscila) e Fabi Ramos; Roqueline, Ellen e Verena (Gabi Itacaré). Técnica: Igor Morena.

Avaí/Kindermann (2): Barbara; Bárbara Melo, Camila, Tuani e Carol; Zóio, Pati Derrico, Paty e Catyellen; Laryh e Geovana Alves (Lelê). Técnico: Rodolfo Segundo.

Gols:  Avaí/Kindermann – Laryh (32’1T), Zóio (6’2T).

Arbitragem: Irinaldo Jorge dos Santos Silva (BA), auxiliado por Daniella Coutinho Pinto (BA) e Ledes José Coutinho (BA).

Estádio: Pituaçu – Salvador (BA).

Botafogo 1×1 São José

Também no mesmo horário, no Estádio Nilton Santos, Botafogo e São José se enfrentaram e ficaram no empate. Após um primeiro tempo sem grandes chances, as equipes retornaram para a segunda etapa dispostas a lutarem pela vitória. O Botafogo abriu o placar com Mylena, de pênalti, aos 10, porém, aos 42’, Bia emendou belo chute de longe e garantiu o empate em 1×1 que persistiu até o fim.

Foto: Vítor Silva/ Botafogo

Com o resultado, as equipes seguem em situação delicada no Brasileirão e correm riscos de ocuparem de forma conjunta a zona de rebaixamento em caso de vitória do Minas Brasília amanhã.  Entretanto, o São José que permanece em 13º segue dentro do Z4 independente dos demais resultados. Ao alvinegro carioca resta torcer contra O Minas Brasília.

Próximos jogos

As gloriosas, na sequência, terão clássico diante do Flamengo no Estádio da Gávea, sábado (05), às 15hs da tarde. Já o São José recebe as Gurias Coloradas do Internacional, no Estádio Martins Pereira em São José dos Campos, às 15hs do próximo domingo (06).

Ficha técnica:

Botafogo (1): Rubi; Bruna, Amanda, Carol Carioca e Laura; Thaísa, Vivian e Kelen; Mylena, Brenda e Juliana. Técnica: Gláucio Carvalho.

São José (1): Zany, Evellyn, Bruna A., Leticia e Baiana; Thaynara, Juju e Giovania; Sisi, Verônica Técnico: Nedilson de Oliveira.

Gols:  Botafogo – Mylena (10’2T) / São José – Bia (42’2T)

Arbitragem: Rejane Caetano da Silva (RJ), auxiliado por Beatriz Geraldini de Sousa (RJ) e Michele Cristina (RJ).

Estádio: Nilton Santos – Rio de Janeiro (RJ).

Edição: André Chagas/ Fernanda Barros – @turbilhaofeminino

André Chagas

https://twitter.com/andreelchagas

Comunicador, redator e locutor esportivo. Gerente de Conteúdo no TFF, idealizador do projeto Raça & Futebol, professor e um grande entusiasta do esporte. Comentarista pela CBF TV.