Inter despacha o Botafogo fora de casa. Avaí volta a sonhar enquanto Napoli e Minas seguem no calvário

 Inter despacha o Botafogo fora de casa. Avaí volta a sonhar enquanto Napoli e Minas seguem no calvário

Foto: Vítor Silva/ Botafogo

Pela abertura da 10ª rodada do Brasileirão Feminino, o Botafogo recebeu o Internacional no Engenhão e levou a pior. No importante duelo para as pretensões alvinegras na competição em termos de classificação, o placar de 2×0 para o Internacional deixou as Gurias Coloradas em situação confortável enquanto o Fogão soma a sua segunda derrota seguida aproximando-se da zona de rebaixamento.

Confira o resumo do jogo:

1º tempo

Nos primeiros minutos, as Gloriosas, jogando em casa, procuraram tocar mais a bola. Dessa vez, contando com o retorno da meia Vivian, a equipe carioca comandava as ações nos primeiros instantes. Porém, sob marcação muito forte, o Internacional pressionava a saída de bola alvinegra.

O jogo seguia disputado: o Internacional, aos poucos, foi equilibrando a partida e levava perigo à meta da goleira Rubi enquanto o Fogão continuava tentando jogadas de ataque. Aos 13’, em rápido contra-ataque, as Gurias Coloradas abriram o placar com Fabi Simões.

Com o placar desfavorável, as donas da casa partiram para cima diante de um Inter muito organizado defensivamente. Até que, aos 23’, Fabi Simões aprontou novamente, pela esquerda, cruzando para Mileninha ampliar: 2×0 para as Gurias Coloradas.

A equipe alvinegra sentiu o gol e a partida seguiu sob controle do Inter que esfriava ao jogo, mas, aos 33’, num raro lance de perigo, Vivian encheu o pé de longe e a bola explodiu no travessão. Porém, eram as Gurias Coloradas que rondavam mais o gol rival com o trio Mileinha, Rafa Travalão e Fabi Simões.

Lento na transição ofensiva, o Botafogo permaneceu com extrema dificuldade de produzir jogadas de ataque até o fim da etapa inicial. Sendo assim, com muito mais intensidade, ofensividade e eficiência, o Inter assegurou o placar favorável, até o fim do 1º tempo.

Foto: Vítor Silva/ Botafogo

2º tempo

Na etapa complementar, a partida reiniciou no mesmo ritmo do primeiro tempo: Gurias Coloradas controlando as ações e Botafogo encontrando dificuldades. Apesar de ter mais posse, as Gloriosas pouco produziam.

As equipes naturalmente caíram de ritmo e apesar das alterações, pouca coisa mudou. As donas da casa até que tentavam, mas as escapadas do Inter eram mais perigosas.

Cada vez mais sonolenta, a partida parecia definida. Contudo, totalmente modificado pelo técnico Gláucio Carvalho, o Fogão se atirou ao ataque no terço final do jogo. A pressão alvinegra se intensificou embora o Inter demonstrasse consistência.

Mais qualificado tecnicamente, o Internacional voltou a controlar o jogo sem ser muito incomodado na defesa. Do lado botafoguense, muitas reclamações junto a arbitragem e mais desespero que futebol. Com isso, o placar construído na etapa inicial permaneceu até o fim: Internacional 2×0.

Próximos jogos

Na 11ª rodada o Botafogo vai até Araraquara enfrentar a forte equipe da Ferroviária no Estádio Major Levy Sobrinho, em Limeira-SP, domingo (30), às 15hs. Já as Gurias Coloradas recebem o Cruzeiro no Sesc Campestre, em Porto Alegre, no sábado (29), às 20hs da noite.

Ficha técnica:

Botafogo (0) Rubi; Amanda, Carol Carioca (Bruna) e Karen; Mylena, Pepê, Driely (Karol Lins), Vivian e Emily (Laura); Kélen e Juliana (Isa Rangel). Técnico: Gláucio Carvalho.

Intenacional (2): Vivi; Leidi, Bruna Benites, Sorriso e Ari (Belinha); Juliana (Ximena), Djeni, Mariana Pires (Mai) e Rafa Travalão (Isa Haas); Mileninha e Fabi Simões (Wendy) Técnico: Maurício Salgado.

Gols: Fabi Simões (13’1T) e Mileninha (23’1T).

Cartões amarelos: Kélen – Botafogo / Djeni, Juliana – Internacional

Arbitragem: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ), auxiliado por Daniel do Espirito Santo Parro (RJ) e Marcus Vinícius Machado Araújo Brandão (RJ).

Estádio: Nilton Santos (Engenhão) – Rio de Janeiro (RJ).

Minas Brasília 2×3 Avaí/Kindermann

Foto: Patricy Albuquerque

Na capital federal, o Minas Brasília enfrentou o Avaí/Kindermann e dificultou a vida das catarinenses. Porém, com muita luta, a equipe visitante conquistou mais uma vitória na competição e volta a sonhar com a classificação diante de uma grande retomada das atuais vice-campeãs do Brasileirão. Destaque para o golaço de rara beleza de Larissa, principal jogadora do Avaí/Kindermann no campeonato.

Próximos jogos

Na próxima rodada, o Minas Brasília tem uma verdadeira pedreira diante do São Paulo, fora de casa, sábado (29), às 15hs. Já o Avaí/Kindermann tem um clássico caçadorense diante do Napoli-SC, em Caçador-SC, domingo (30), às 15hs da tarde.

Napoli-SC 1×3 Ferroviária

Foto: Twitter/ Napoli – Futebol Feminino

Em Caçador-SC, o Napoli-SC recebeu a forte time da Ferroviária e quem levou a melhor foi a equipe visitante. Vencendo pelo placar de 3×1, as Guerreiras Grenás não tomaram conhecimento das donas da casa e além de afundarem de vez o time caçadorense na lanterna, se garantiu no G8 e estão cada vez mais próximas de confirmarem a classificação.

Próximos jogos

O Napoli-SC, conforme mencionado, enfrenta o Avaí/Kindermann em Caçador-SC, na condição de visitante, sábado (29), às 15hs, enquanto a Ferroviária recebe o Botafogo no domingo (30), em Limeira-SP, às 15hs da tarde.

Edição: André Chagas – @turbilhaofeminino

André Chagas

https://twitter.com/andreelchagas

Comunicador, redator e locutor esportivo. Gerente de Conteúdo no TFF, idealizador do projeto Raça & Futebol, professor e um grande entusiasta do esporte. Comentarista pela CBF TV.